Dossiê Fotografia Alagoana Fotografia

As fotoconexões entre ambientes e pessoas de Arthur Celso e Alexandre Carvalho

9ª edição - Dossiê Aqui Acolá Fotografia Alagoana

O Dossiê Fotografia Alagoana do Aqui Acolá chega a sua 9ª edição destacando as imagens de Arthur Celso e Alexandre Carvalho. Os dois artistas prezam muito pela fotografia de paisagem e de pessoas – e na relação e  impacto que os dois elementos impulsionam ao se encontrarem nas fotografias.

Aqui Acolá -Arthur Celso - 02

Arthur Celso

Para Arthur Celso, a fotografia tem presença marcada em sua vida desde criança. Seu tio, Laércio Amorim, além de fotógrafo com passagens pelo jornal Gazeta de Alagoas e a Universidade, trabalhou com R. Stuckert, e posteriormente fazia revelações em casa. “Mesmo com a diferença grande de idade, eu ainda lembro os conselhos que ele me dava”, diz . “A minha primeira câmera eu comprei com ele numa viagem ao Paraguai”.

Contudo, o exercício fotográfico sempre foi considerado para ele um hobby. A fotografia veio ao seu encontro e se tornou uma atividade mais séria a partir do início de 2015. No final do ano anterior, após ter saído de seu último emprego, decidiu comprar uma câmera e a partir de então começaram a surgir convites de amigos para fotografar eventos corporativos e familiares. Mesmo a contragosto, ele foi realizando esses trabalhos e exercitando seu olhar até começar a produzir suas fotografias artísticas.

Aqui Acolá - Arthur Celso - Série Pescadores (1)
Série “Pescadores“ | Foto: Arthur Celso
Aqui Acolá - Arthur Celso - Série Pescadores (2)
Série “Pescadores“ | Foto: Arthur Celso
Aqui Acolá - Arthur Celso - Série Pescadores (3)
Série “Pescadores“ | Foto: Arthur Celso
Aqui Acolá - Arthur Celso - Série Pescadores (4)
Série “Pescadores“ | Foto: Arthur Celso
Aqui Acolá - Arthur Celso - Série Pescadores (5)
Série “Pescadores“ | Foto: Arthur Celso

“Tenho me dedicado muito à fotografia documental e de rua. Estou envolvido há cinco meses no projeto Mundaú Mundo, que  dedicado ao complexo estuarino-lagunar Mundaú, retratando a questão social e ambiental na fotografia, através da vida dos ribeirinhos e a forma como a nossa sociedade trata o rio”. O projeto que conta ainda com os fotógrafos Luna Gavazza e Jorge Vieira desembocará numa exposição, um videodocumentário e um fotolivro.

Autodidata e amante dos livros, Arthur Celso é publicitário e formado em Rádio e TV, motivo pelo qual aproveitou toda essa bagagem para transpor o conhecimento adquirido até a fotografia. Ele cita Araquém Alcântara como grande inspirador com relação às fotografias de natureza.

Arthur Celso participou do Salão de Fotografia Pierre Chalita com este trabalho.
Arthur Celso participou do Salão de Fotografia Pierre Chalita com este trabalho.
Fotografia de Paisagem em União dos Palmares | Arthur Celso
Fotografia de Paisagem em União dos Palmares | Arthur Celso
Fotografia de Rua - Em Santana do São Francisco - Sergipe | Foto: Arthur Celso
Fotografia de Rua  em Santana do São Francisco – Sergipe | Foto: Arthur Celso
Fotografia Documental - Em Maceió | Foto: Arthur Celso
Fotografia Documental  em Maceió | Foto: Arthur Celso
Arthur Celso participou do Salão de Fotografia Pierre Chalita com este trabalho.
Arthur Celso participou do Salão de Fotografia Pierre Chalita com este trabalho.

“Também gosto muito do Evandro Teixeira, fotojornalista, mas que é muito ligado à fotografia de rua. Suas imagens sempre têm algo diferente”, diz ele. “Aqui em Alagoas tenho muitos colegas bastante talentosos como o Jorge e a Luna que trabalham comigo, assim como João Facchinetti, Thiago Sobral, Roberto Fernandes”.

Arthur Celso fez parte da exposição Gabeia, que ficou em cartaz no Complexo Cultural do Teatro Deodoro e teve como mote o Mercado da Produção de Maceió. “ Fiz uma série chamada “Os Invisíveis”, onde retratei os comerciantes a partir dessa ótica”. Nesse trabalho, foi utilizada uma câmera esportiva GoPro e, através da técnica de sobreposição, ele conseguiu criar o efeito desejado pelo conceito da série.

Fotografia Documental - Em Maceió | Foto: Arthur Celso
Fotografia Documental  em Maceió | Foto: Arthur Celso
Aqui Acolá - Arthur Celso - Fotografia de Rua - Capela Alagoas
Fotografia de Rua  em Capela (AL)| Foto: Arthur Celso
Fotografia Documental em Fernão Velho (AL) | Foto: Arthur Celso
Fotografia Documental em Fernão Velho (AL) | Foto: Arthur Celso
Aqui Acolá - Arthur Celso - Fotografia Documental - Fernão Velho
Fotografia Documental em Fernão Velho | Foto: Arthur Celso
Série Poesia em Foco | Foto: Arthur Celso
Série Poesia em Foco | Foto: Arthur Celso

Além disso, já participou de algumas exposições coletivas do grupo Perambular Fotográfico, da mostra “Poesia em Foco” promovida pela Confraria Nós Poetas e de dois Salões de Fotografia do Museu Pierre Chalita.

Após Mundaú Mundo, Arthur pretende voltar a campo para realizar um trabalho retratando o mundo das famílias circenses que percorrem principalmente as periferias das cidades. “Acho que a fotografia tem esse papel de mostrar às pessoas a realidade que às vezes é colocada à margem, e tentar mudar esse cenário”, diz ele.

Alexandre Carvalho

Aqui Acolá – Alexandre Carvalho 1

Alexandre Carvalho nasceu em Barreiros-PE, mas passou toda a adolescência em Jaboatão dos Guararapes, cidade metropolitana do Recife. Depois de passar pela capital pernambucana, por João Pessoa e pela Bahia, em 2011 veio parar em Maceió . Segundo ele, sempre gostou de fotografia, mais como registro do que como arte. “Só de uns seis anos para cá eu comecei a me aventurar e estudar um pouco mais sobre fotografia e produzir”, revela.

O que começou como uma atividade simples foi ocupando bastante tempo em sua vida. “Passei a fazer expedições e gostei muito de viajar com a máquina”, afirma. “Você acaba conhecendo gente, tomando contato com outras visões de fotografia e acaba se envolvendo nesse mundo”. Para ele, o que o seduziu foi muito mais do que o produto final ou a imagem pronta, mas todo o ato de sair com a câmera, observar a cena e o próprio ato de fotografar . “Ela carrega todo esse conjunto: um pouco de arte, da convivência e da aprendizagem. É isso que eu busco”.

Série Jaraguá | Foto: Alexandre Carvalho
Série Jaraguá | Foto: Alexandre Carvalho
Série Jaraguá | Foto: Alexandre Carvalho
Série Jaraguá | Foto: Alexandre Carvalho

A fotografia de paisagens e de natureza foi o impulso inicial de Alexandre. “No fim das contas, acaba sendo também uma espécie de terapia, de lazer. Você esquece um pouco do mundo a sua volta quando está concentrado com a câmera”, diz ele. “Passo muitas horas ali no Parque Municipal e acabo não só praticando, como também contemplando a natureza”.

Mas, a partir do convívio e do aprendizado adquirido com amigos fotógrafos, outras linguagens foram chamando sua atenção. Conheceu Jorge Vieira, Thiago Sobral e Adilson Andrade e frequentou vários workshops ministrados por eles. “Minha formação fotográfica é local e eles têm sido meus mestres”, revela. “Tomei contato com a fotografia de rua e isso me fez valorizar ainda mais o preto e branco, por exemplo”. Ao retratar pessoas, Alexandre busca captar a força e a beleza que ele enxergue através das lentes, ao passo em que procura impulsioná-las através das imagens.

Série Maracatu Atômico  | Foto: Alexandre Carvalho
Série Maracatu Atômico | Foto: Alexandre Carvalho
Série  Maracatu Atômico | Foto: Alexandre Carvalho
Série Maracatu Atômico | Foto: Alexandre Carvalho
Aqui Acolá - Alexandre Carvalho - Maracatu Atômico (1)
Série Maracatu Atômico | Foto: Alexandre Carvalho

“Chega a ser um pouco clichê, mas eu me inspiro no trabalho do Sebastião Salgado. De certa maneira, ele consegue fazer essa passagem de valorizar a fotografia de natureza e paisagem, como também contar a história das pessoas. Eu busco isso, também”, afirma. “Além do Jorge e do Thiago, também admiro bastante as fotos da Luna Gavazza, João Dionísio, Alberto Lima, João Facchinetti”.

Em seus estudos de fotografia de rua, Alexandre tem visitado alguns mercados e feiras livres para captar as pessoas em suas relações de trabalho. “É muito bonito você observar a grandeza das pessoas naquela luta e, ao mesmo tempo, naquela alegria. Já fui à feira de Viçosa algumas vezes, também no próprio mercado da produção de Maceió. Mas é um trabalho ainda incipiente.”

Sua primeira grande expedição foi na região dos lençóis maranhenses. “Passei um bom período imerso ali tanto na fotografia quanto na natureza. Na sequência fiz outra com colegas fotógrafos até o sul de Minas, passando pelo Recôncavo Baiano, Chapada Diamantina”. O trabalho de Alexandre busca valorizar tanto a paisagem quanto as pessoas que habitam naquele local, sem dar ênfase a nenhum dos dois. Seu objetivo é retratar essa ligação e essa sinergia.

Algumas das imagens feitas nos lençóis maranhenses ficaram expostas na mostra Souls, que também contou com outros artistas como João Facchinetti, Thiago Sobral, Jorge Vieira e Alberto Lima. Alexandre também já participou de exposições coletivas ligadas a grupos como o Pernambuco Fotoclube e a Agência Fragma.

Para ele, a arte fotográfica é um aprendizado constante. “Meu objetivo principal é o amadurecimento, tentar crescer e evoluir como fotógrafo. Busco a fotografia tanto como um fim, quanto um meio”.


FOTO DE CAPA: Da série “Águas da lagoa“, de  Alexandre Carvalho


Endereço Eletrônico 

Arthur Celso : Facebook: facebook.com/arthurcelsofotografia/ | Instagram: @arthurcelsofotografia

Alexandre Carvalho : Facebook: facebook.com/ammcarvalho | Instagram: @ammcarvalho


Confira também:

1ª edição –  A poesia das formas em preto e branco de Luísa Patury e Tony Admond

2ª edição – A simbiose fotográfica de Jorge Vieira e Thiago Sobral

3ª edição –  João Facchinetti e Alberto Lima – Multiplicando a fotografia em Alagoas

4ª edição – João Dionísio e Cláudia Leite – experiências visuais antropológicas com perspectiva documental

5ª edição –  As histórias visuais de Ricardo Lêdo e Ailton Cruz

6ª edição – Construindo caminhos fotográficos com Luna Gavazza e Andréa Guido

7ª edição – Renata Voss e Francisco Oiticica – Produção vanguardista e acadêmica na fotografia

8ª edição – As águas e paisagens fotográficas de Ramatis Haywanon e Marcelo Albuquerque 

5 comentários

  1. Nicollas parabéns pelo excelente trabalho de divulgação desses fotoartistas que atuam com muita responsbiliade e ética. Desejo lhe muito sucesso e que continue q divulgar cada vez mais trabelhos excelentes. Parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: