Ateliê

O Ateliê sustentável de Jackson Lima

O universo particular do artista Jackson Lima fica localizado na área rural de Limoeiro de Anadia, distante 118 quilômetros de Maceió, mais precisamente na fazenda Seu Soubera. Conhecido por suas esculturas que mais parecem obras em ferro, o alagoano é referência quando o assunto é transformar materiais reciclados em arte. O Aqui Acolá foi conhecer o Ateliê de Jackson Lima e conta um pouco da sua trajetória na 3ª edição da série Ateliê.

blog aqui acola - jackson lima - série ateliê (5)

Rústico, arejado e acolhedor, o ateliê de Jackson Lima está sempre de portas abertas. Abriga as obras e o sonho que o artista acalenta de vê toda sua propriedade transformada em casa-ateliê para acomodar seu projeto de arte educação.

Mas, nem sempre foi assim! Jackson conta que o ateliê para chegar ao atual, passou por muitas transformações. No início, era na sala da própria residência que ele fazia seus trabalhos. Depois, percebeu que precisaria de outro local tanto para criar, como para guardar a matéria-prima de suas obras. Foi quando teve a ideia de usar uma parte do galinheiro, separado por papelão. Por um tempo serviu, mas logo surgiram outras necessidades e foi então que ele construiu um pequeno galpão de madeira.

“Construí um ateliê que era mais forte e eu no começo achei bem espaçoso, mas depois comecei a produzir mais e ele se tornou pequeno. Além disso, a madeira foi se deteriorando. ” Jackson ainda chegou a fazer outra tentativa com madeira, mas percebeu que não estava dando certo. Foi então que construiu o atual ateliê, mais resistente e espaçoso, de  tijolo com e cimento e massapé.

“Sinto grande prazer em estar no meu espaço, lá fico praticamente o dia todo criando, só saio para fazer as refeições e dar um beijo na Bete (sua esposa)”, diz Jackson.

Autodidata, despertou para a arte ainda menino, com 8 anos de idade, pela necessidade de brincar. Começou fazendo seus próprios brinquedos com argila. Mais tarde trocou a argila pela lata e pela borracha, que eram mais resistentes.

E foi transformando sua própria realidade, a partir da racionalidade dos bens ambientais e da prática instintiva do desenvolvimento sustentável, que Jackson se transformou no artista que é. Construiu seu legado cheio de elementos simbólicos, inspirados na região onde vive, através do reuso de materiais recicláveis como plástico, ferro, vidro, madeira, papel, arames, frascos de xampu, desodorantes, isopor e sementes de Ouricuri, entre outros itens reaproveitáveis.

blog aqui acola - jackson lima - série ateliê (51)

Suas peças, confeccionadas com riqueza de detalhes, retratam desde animais, plantas, objetos inanimados, arte sacra, figuras humanas até personagens da cultura popular.

“Me inspiro no que vivo e nas pessoas do cotidiano, sobretudo as da minha região. Tenho inspirações 24 horas por dia, explica.  “Tudo que se julga ‘descartável’ uso em minhas peças. Busquei também, ao longo de aprimoramentos, chegar a um material resistente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Jackson têm obras espalhadas pelo Brasil e até no exterior, como Alemanha, Irlanda e Portugal. Ele expôs no “Artesanato nos Jogos da Copa 2014 – Vitrines Culturais”, desenvolvido pelo Ministério da Cultura (MinC) e várias edições da Fenearte – Feira de Artes e Negócios do Agreste Alagoano. Participou também das coletivas “Gente Nossa”, na Galeria do Espaço Cultural Linda Mascarenhas (2014); e na mostra “Cama”, no Complexo do Teatro Deodoro (2016), em edições do Salão Nacional de Arte Contemporânea de Alagoas (SACA), e do Salão de Artes da Marinha e da Mostra Cultural.

Sua primeira mostra individual – “Caminhos”, contou com duas montagens nas galerias de arte do SESC de Maceió e Arapiraca, em 2016 e 2017, respectivamente. “Poesia forjada em Ferro foi sua 2ª individual, realizada pelo Cesmac como parte das comemorações dos 200 anos de emancipação política de Alagoas.


Veja também…

A Casa-Ateliê de Delson Uchôa

Um mergulho no jardim de cor e luz de Marta Emília 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: