Artes Guia de exposições

Guia de exposições Aqui Acolá – 12ª edição

 

Nossa 12ª edição do Guia de Exposições Aqui Acolá traz 09 indicações de mostras culturais temporárias que poderão ser conferidas gratuitamente em  Maceió. Confira nossas dicas e monte seu roteiro de visitações!

Aqui Acolá - Exposição Fragmentos

Exposição Fragmentos – Mupa


Em cartaz até esta sexta-feira, dia 09, no Museu Palácio Floriano Peixoto (MUPA), “Fragmentos: Arte do tempo nas canoas dos pescadores”, do fotografo Pablo De Luca, apresenta 14 peças conceituais que fazem referência a telas abstratas feitas com tinta a óleo no qual a ação do tempo e as marcas do trabalho dos pescadores, estampados em canoas da Lagoa Manguaba, transformaram-se em arte através do ensaio fotográfico.

MUPA – Praça dos Martírios, Centro, Maceió | Entrada é franca.

Aqui Acolá- Amantes de A a Z

Amantes de A a Z – Café da Linda Mascarenhas


O artista Levy Paz  também segue até sexta-feira, dia 09, com a individual “Amantes de A a Z”, no Café da Linda, no Teatro Deodoro. A exposição recria, nos quadros do artista, posições do famoso Kama Sutra, ao revisitar obras da artista francesa Malika Favre. O artista mostra 26 pinturas de tinta sobre papel, nas quais dois corpos se entrelaçam formando letras do alfabeto que fazem uma referência ao Kama Sutra. É uma espécie de mosaico sensual contemporâneo.

Café da Linda (Teatro Deodoro) – R. Barão de Alagoas, 375, Centro | Horário: A partir das 14h até o fechamento do café no dia | Informações: (82) 3315-565. | Entrada Franca

Aqui Acolá - III Salão dos Direitos Humanos

III Salão de Arte dos Direitos Humanos | MISA


Aberto a visitação no Museu da Imagem e do Som até o próximo sábado, dia 10, o “III Salão de Arte dos Direitos Humanos” reúne trabalhos que abordam diversos temas, no intuito de expressar, por meio das obras de artes, os segmentos que envolvem os direitos humanos. Paralela a exposição, está acontecendo uma mostra  com exibição  de 29 filmes.

MISA- Rua Sá e Albuquerque, 275, Jaraguá | Telefone: (82) 3315-7882 | Horário: de terça a sexta, das 08h às 17 horas; aos sábados das 09h às 14h | Entrada Franca

 

Aqui Acolá - Arretada Labuta

Arretada Labuta – Arquivo Público de Alagoas


Também do fotógrafo Pablo De Luca, a exposição “Arretada Labuta”, depois de uma temporada no Misa, pode ser agora conferida no Arquivo Público de Alagoas até o dia 23 de agosto. Na mostra, 27 obras em preto e branco apresentam cenas de trabalhos tipicamente nordestinos. As imagens foram realizadas em Alagoas entre os anos 2002 e 2016. Segundo De Luca ‘Arretada Labuta’ é uma simbólica homenagem a todos os trabalhadores do mundo, onde cada um no seu lugar faz parte da grande engrenagem que gera e impulsiona a dinâmica economia global.

Arquivo Público de Alagoas – APA – Rua Sá e Albuquerque S/N, Jaraguá | Data: de 05 de junho a 15 de agosto, de segunda a sexta | Horário: 8h às 14h | Mais Informações: (82) 3315-7879 (APA) | Entra gratuita

Xilogravura e poesia- Theo Brandão.

Xilogravura e poesia – Théo Brandão


A exposição “Xilogravura e poesia: a arte de Enéias Tavares dos Santos” segue aberta a visitação até 30 junho no Museu Théo Brandão de Antropologia e Folclore (MTB) com cordéis, matrizes, impressões e álbuns de xilogravuras do artista contemplado no XII Prêmio Gustavo Leite. A curadoria da mostra é da museóloga Hildênia Oliveira.

Théo Brandão – Avenida da Paz, 1490, Centro | Horário aberto à visitação: das terças as sextas, das 9h às 17h  | Mais informações pelos telefones 3214-1716.

 

Aqui Acola - Alagoanidades percorrendo paisagens

Alagoanidades: percorrendo paisagens | Galeria Cesmac de Arte Fernando Lopes


A mostra fotográfica “Alagoanidades: percorrendo paisagens” apresenta trabalhos dos fotógrafos Ana Clark, João Facchinetti, Murilo Rêgo Neto, Thiago Sobral e Kiko Aguiar até 07 de julho na Galeria Cesmac de Arte Fernando Lopes. Além da abordagem geográfica, nas imagens também por vezes são registrados os personagens que configuram a dinamicidade dos espaços habitados, doando às narrativas visuais a relação ativa entre os lugares e seus sujeitos. A iniciativa faz parte das comemorações do bicentenário da emancipação política de Alagoas e a curadoria é de Carol Gusmão.

Galeria Cesmac de Arte Fernando Lopes – R. Cônego Machado, 435 – Farol |  A mostra está aberta ao público e segue até o dia 07 de julho, no horário de 13h às 17h, de segunda a quinta, e na sexta-feira de 13h às 16h.

 

Aqui Acolá - Opressão de Gênero Feminino

Opressão de Gênero Feminino | Linda Mascarenhas


A artista Lilian Barbosa segue em cartaz até 23 de junho com a exposição “Opressão de Gênero Feminino: O X da Questão“, no Espaço Cultural Linda Mascarenhas, do IZP. A mostra traz para o centro das discussões questões de gênero, orientação sexual e sexo anatômico/biológico. Todas as obras são baseadas em histórias reais de mulheres cis e trans que sofreram e sofrem algum tipo de violência.

Local: Linda Mascarenhas – Avenida Fernandes Lima, Nº1047, Farol | A exposição tem classificação etária de 14 anos e ficará em cartaz na galeria do Espaço Linda, em horário comercial | Visitação gratuita

 

Aqui Acolá - AdalbertoFarias

III SACA – Complexo Cultural Teatro Deodoro


O Complexo Cultural Teatro Deodoro abriga até 10 de julho o “III Salão Nacional de Arte Contemporânea de Alagoas“, Saca. A coletiva reúne trabalhos de 60 artistas de diversos estados brasileiros.

Complexo Cultural Teatro Deodoro – R. Barão de Maceió, 375 Em frente à, Praça Marechal Deodoro – Centro | As visitas podem ser feitas de segunda a sexta, das 8h às 18h, e, as quartas, das 8h às 20h | Agendamento para grupos de escolas e instituições pelo telefone: (82) 98819-5010 | Entrada gratuita.

Aqui Acolá - Nunca Serei Cinza.

Nunca Serei Cinza | Pinacoteca


Nunca Serei Cinza”, individual de Guto Holanda segue até 21 julho na Pinacoteca Universitária da Ufal aberta à visitação. O artista visual, após migrar entre as técnicas do hiper-realismo, florais e paisagens, criou sua própria poética. Perpassando por alguns questionamentos sobre o cotidiano dentro do ambiente urbano e suas emoções. Para produzir suas obras, Guto faz uso de telas e eucatex, mas também reutiliza materiais encontrados em casas abandonadas e pelas ruas de João Pessoa.

Pinacoteca Universitária – Praça Visconde de Sinimbu, 206, 1º piso, Centro | Visitação: (segunda a sexta, das 8h30 às 18h) | Entrada gratuita

1 comentário

  1. Iranei Barreto: Meu carinho, minha admiração, meu respeito!!! Super Profissional. Olhar mega atento. Contribuindo de forma direta, mantendo-nos super informados sobre acontecimentos culturais simultaneos em nossa cidade. Obrigado pelo registro de mais uma Obra minha (Zumbí). Grande Abraço!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: