Artes Guia de exposições

Guia de exposições Aqui Acolá – edição 11

O nosso costumeiro Guia de Exposições chega a sua 11ª edição trazendo ótimas opções de passeios culturais de Aqui de Alagoas e de Acolá. Confira e monte você o seu roteiro!

Aqui Acolá - Guia de exposições (3)

Naif Tania | Complexo Cultural do Teatro Deodoro


Continua em cartaz até 06 de maio a exposição Naif Tania no Complexo Cultural Teatro Deodoro. A mostra, primeira individual da artista e colecionadora Tania de Maya Pedrosa, apresenta quadros grandes e pequenos pintados por ela, peças produzidas como roupas e acessórios de fuxico, catálogos em que foi mencionada, citações de pessoas marcantes, a exemplo de Aurélio Buarque de Holanda.

A alagoana tem obras em museus de São Paulo, Rio de Janeiro e países da Europa. Já recebeu várias comendas e prêmios, como na Bienal Naifs do Brasil. Tania está entre as quatro melhores Naifs do mundo, na França é vista também como uma das maiores colecionadoras de arte Naif. (Foto: Adalberto Farias)

Aqui Acolá - Guia de exposições 13

A poesia das Cores | Café da Linda Mascarenhas


A Poesia das Cores poderá ser visitada até 04 de maio, no Café da Linda, no Teatro Deodoro, Centro de Maceió. A mostra apresenta ao público 15 telas e 5 esculturas de barro feitas pelo alagoano de Capela, Waldemir da Silva. As pinturas revelam o olhar do artista sobre elementos da nossa cultura popular com sincronia nas formas e cores bem alegres. As esculturas também nos remetem a ícones das nossas tradições culturais. A curadoria é do ator José Márcio Passos. O Café da Linda fica aberto a partir das 14h até o horário do encerramento do evento do dia. (Foto: Divulgação)

Aqui Acolá - Guia de exposições (1)

Do lado de cá, do lado de lá | Pinacoteca da UFAL


Do lado de cá, do lado de lá, individual da artista plástica mineira Eugênia França, continua em cartaz na Pinacoteca da Ufal. A artista traz uma reflexão sobre a relação ingênua da criança com o objeto, que resulta num afeto desinteressado. São meninas de periferia, que apesar de fazerem parte da realidade do nosso país, causam estranhamento ao serem representadas com suas bonecas decrépitas. A artista usa lonas velhas de caminhão como suporte para eternizar vestígios, rastros e histórias que compõem suas telas. A visitação poderá ser feita até 19 de maio, de segunda a sexta, das 8h30 às 18h. (Foto: Júlia Maria Paredes).

Aqui Acolá - Guia de exposições 12

Efêmera Sutileza do Caos | Galeria do Sesc Centro


A galeria de artes do Sesc Centro abriga até 31 de maio a exposição Efêmera Sutileza do Caos, do artista Daniel Contin, com desenhos repletos de humor ácido, recortes de um mundo dinâmico e caótico, além de obras que revelam a sutileza das coisas pelo olhar do cartunista e ilustrador. O Sesc Centro  fica na Rua Barão de Alagoas. A visitação poderá ser feita de segunda a sexta, das 12h às 18h. (Foto: Júlia Maria Paredes)

Aqui Acolá - Guia de exposições (2)

EstreiaArretada Labuta – Misa Alagoas


 O fotógrafo Pablo de Luca lança no próximo dia 03 de maio a exposição Arretada Labuta no Museu da Imagem e do Som de Alagoas. A mostra segue até 31 de maio e poderá ser conferida de terça a sexta, das 8h às 17 horas. Sábados e feriados das 09h às 14 horas. O Misa Alagoas fica localizado na Sá e Albuquerque, nº275, no bairro de Jaraguá.

Exposições – Acolá

Aqui Acolá - Guia de exposições (8)

O céu ainda é azul, você sabe… | Instituto Tomie Ohtake


Em São Paulo está acontecendo à exposição O céu ainda é azul, você sabe…, de Yoko Ono, no Instituto Tomie Ohtake. A intenção da mostra que vai até o dia 28 de maio é propor uma viagem pela noção da própria arte, com engajamento político e social. Com curadoria do islandês Gunner B. Kvaran, a individual conta com 65 peças de “Instruções”, que evocam a participação do espectador para sua realização.

São trabalhos criados a partir de 1955, quando ela compôs a sua primeira obra instrução, Lighting Piece / Peça de Acender (1955), “acenda um fósforo e assista até que se apague”. Na mostra é possível conferir também dois filmes que contam com a participação de John Lennon. O ex-beatle foi codiretor em “Estupro” (1969) e assina a trilha de “Liberdade” (1970). A performance icônica da artista em 1964, no Carnegie Hall (Nova York), na qual o público teve a oportunidade de cortar um pedaço de sua roupa e levar consigo também está presente na mostra, registrada em filme. (Foto: Divulgação)

Aqui Acolá - Guia de exposições (10)

Quem tem medo de Teresinha Soares? | Masp


O MASP apresenta, até 06 de agosto, a exposição Quem tem medo de Teresinha Soares?, com mais de 50 obras da artista mineira Teresinha Soares (Araxá, 1927), que se deu entre 1965 e 1976. Esta será a primeira mostra panorâmica de Soares em um museu, tanto no Brasil quanto no exterior, e é também sua primeira grande individual em mais de 40 anos.  O título da mostra faz menção à célebre peça Quem tem medo de Virgina Woolf?, de Edward Albee, e faz referência aos tabus comportamentais que a obra de Teresinha Soares enfrenta ao se contrapor ao machismo da sociedade e do meio da arte.

Montada no 2º subsolo do Masp, a visitação poderá ser feita de terça a domingo, das 10h às 18h e, às quintas, 10h às 20h. Os ingressos custam R$ 30 e R$ 15 (meia) e, às terças-feiras, o museu tem entrada Livre.(Foto: Divulgação)


*Créditos da imagem da capa deste post é de Ricardo Maia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: