Artes Exposições

A força do traço de Nena Margarida

O tradicional Café da Linda situado no saguão do suntuoso e centenário Teatro Deodoro abriu suas portas para uma nova artista alagoana. Os desenhos de Nena Margarida estavam escondidos em sua casa numa comunidade no bairro do Tabuleiro até que foram descobertos pelo multiartista Paulo Caldas, que revelou o talento nato e puro de dona Nena. A exposição “Face a face com as faces de Nena Margarida” fica em cartaz até o dia 19 de março.

O tradicional Café da Linda situado no saguão do suntuoso e centenário Teatro Deodoro abriu suas portas para uma nova artista alagoana. Os desenhos de Nena Margarida estavam escondidos em sua casa numa comunidade no bairro do Tabuleiro até que foram descobertos pelo multiartista Paulo Caldas, que revelou o talento nato e puro de dona Nena. A exposição “Face a face com as faces de Nena Margarida” fica em cartaz até o dia 19 de março.
blog-aqui-acola-nena-margarida-foto-paulo-caldas-1

blog-aqui-acola-nena-margarida-foto-paulo-caldas-6
Cearense de Juazeiro e filha de pai alagoano, Nena aportou em Maceió quando tinha lá seus 15 anos de idade. Herdou um pouco da alma viajante do pai e também andou por Fortaleza e Delmiro Gouveia. Ela trabalha como diarista e também costura, mas desde criança que o sentimento de artista já habitava seu coração.

Desenho desde os meus 6 anos, mas nunca estudei. Faço do meu jeito, da minha cabeça mesmo”, diz ela. Os rostos que ela faz com lápis grafite são frutos de sua imaginação, muito embora alguns acabem parecendo com alguns conhecidos. Além disso, ela também pinta telas carregadas de cores e sentimentos. “Também pinto tecido, jogo de cozinha e de cama, costuro e passo o dia todo rabiscando se deixar. Não consigo ficar parada”.

Paulo Caldas conta que conheceu o talento de Nena por acaso. “Estava no caminho da vendinha da esquina numa manhã de sol quando ela me parou e perguntou se era o filho da dona Nita que pintava. Respondi que sim e ela me contou que fazia uns desenhos e pediu para eu dar uma olhada”, lembra ele. “Quando ela trouxe, eu me encantei. Era um traço bruto, seco, conciso e verdadeiro. Fiquei maravilhado quando descobri dona Nena Margarida, minha vizinha, dona de casa, às vezes diarista e que põe esse talento nos papéis amarrotados que encontra entre os intervalos que sua vida lhe dá”.

O artista começou a divulgar alguns trabalhos de Nena em seu Facebook e seus admiradores também começaram a elogiar o traço firme e cru dos rostos desenhados. Até que as ondas cibernéticas chegaram aos olhos de Alexandre Holanda, diretor artístico e cultural da Diretoria de Teatro de Alagoas (Diteal), que logo propôs a Paulo a curadoria da primeira exposição de dona Nena Margarida.

“Eu agradeço muito a Deus e a ele, porque se não fosse pelo Paulo e pelo Alexandre meus desenhos iam continuar todos aqui guardados nessas pastas”, revela Nena. “Foi uma alegria só ver meus desenhos na exposição. Todo mundo olhou e elogiou e eu sei que nem todas as pessoas têm a oportunidade de chegar ali”.

A exposição “Face a face com as faces de Nena Margarida” está aberta à visitação gratuita até 19 de março no Café da Linda dentro do Teatro Deodoro, Centro de Maceió, de segunda à sexta, a partir das 14 horas até o horário de encerramento do evento do dia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: