Guia de exposições

Lançamentos das exposições “Razões do Coração” e “CINCO” marcam nova edição do Guia Aqui Acolá

Depois do belíssimo projeto “Velas Artes” que transformou o mar da Ponta Verde e Pajuçara numa galeria com velas temáticas que homenagearam os 200 anos de Maceió, a capital alagoana tem uma semana com lançamentos das exposições “Razões do Coração”, de Pedro Cabral, na Galeria do Cesmac; e a coletiva “CINCO”, na Galeria Gamma. Nossa 5ª edição do Guia de exposições traz informações sobre estas e outras mostras que estão cartaz, e fala também sobre o memorial que conta um pouco da história do radialista Edécio Lopes.

Depois do belíssimo projeto “Velas Artes” que transformou o mar da Ponta Verde e Pajuçara numa galeria com velas temáticas que homenagearam os 200 anos de Maceió, a capital alagoana tem uma semana com lançamentos das exposições “Razões do Coração”, de Pedro Cabral, na Galeria do Cesmac; e a coletiva “CINCO”, na Galeria Gamma. Nossa 5ª edição do Guia de exposições traz informações sobre estas e outras mostras que estão cartaz, e fala também sobre o memorial que conta um pouco da história do radialista Edécio Lopes.

 

ESTREIAS

12140823_969821069744477_1139492332311723938_n
Divulgação

CINCO | Galeria Gamma


Com o intuito de dar sua contribuição para a campanha “Outubro Rosa”, a Galeria Gamma reúne cinco mulheres de diferentes lugares e técnicas numa exposição coletiva que recebe o nome “CINCO“. As artistas são: Bea Machado (RJ), Eva Le Campion (AL), Gasediel (França), Geovana Cléa (AL) e Vânia Lima (AL). O lançamento  será nesta quinta (08) e a visitação de 09 de outubro a 05 de novembro.  A Gamma fica na Avenida Luiz Ramalho de Castro, 899, Jatiúca (Em frente à torre da Telasa) aberto à visitação as segundas-feiras: 14h às 19h; Terça, quarta e sexta-feira: 10h às 19h; quinta: 10h às 20h; sábado: 14h às 18h.

12119397_10201091827214334_2054317172_o
Intitulada “Chuva de peixes”. Acervo: Pedro Cabral

 Razões do Coração |Galeria do Cesmac


 O arquiteto e artista plástico Pedro Cabral apresenta ao público nesta quinta, dia 08, sua primeira individual – “Razões do Coração”. Já considerada uma das mais aguardadas de 2015, a exposição apresenta 50 trabalhos, resultado de uma trajetória de 20 anos. Dentre essas telas, duas fazem parte de uma série de quadros que contam uma nova versão para o episódio envolvendo o Bispo Sardinha e os índios Caetés. A mostra fica em cartaz até 06 de novembro, Galeria de Arte Fernando Lopes (Cesmac).

Poesia
Foto: Divulgação

Poesia em Foco – Uma Visão Contemporânea de Maceió | Complexo Cultural Teatro Deodoro


A exposição Poesia em Foco – Uma visão contemporânea de Maceió estreia nesta terça, dia 06, no Complexo Cultural Teatro Deodoro. A mostra é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura, Diteal e Confraria: nós, poetas, e presta uma homenagem aos 200 anos de Maceió, na visão dos fotógrafos Ana Cristina Francisco dos Santos, Arthur Celso e Luna Gavazza. A mostra conta com poemas gravados em áudio e versões das poesias em braile. A curadoria é dos artistas visuais Viviani Duarte e Rosivaldo Reis e os trabalhos poderão ser vistos em horário comercial até 12 de dezembro.

EM CARTAZ

12080084_1068491383173049_6140560479205310438_o
Foto: Divulgação

Passagem | Pinacoteca da UFAL


A exposição “Passagem” revela o trabalho fotográfico da artista visual Renata Voss, que tem como conceito principal o movimento. A mostra é dividida em dois conjuntos: uma seleção de panoramas fragmentados e, outro, numa seleção de fotografias com diversas técnicas de processo de revelação. A visitação poderá ser feita até 13 de novembro, de segunda a sexta, das 8h às 18horas, na Pinacoteca Universitária.

12036472_10203873941567939_4491113260985804870_n
Tela de Beta Bastos. Acervo da artista.

Cor, Imagem e Memória | Pierre Chalita


Como parte da 9ª Primavera de Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus em todo o país, a Fundação Pierre Chalita abriga até 27 deste mês, a exposição “Cor, imagem e memória: um banquete antropofágico”, com 22 obras de artistas visuais relendo memórias indígenas, retratada através da natureza, cultura, o respeito e o descaso com os índios. A curadoria é da professora doutora Morgana Duarte. Visitação em horário comercial.  O Pierre Chalita fica Praça Manoel Duarte, 77, entre a Pajuçara e o Jaraguá.

nani

Nani – Os Primeiros Passos | Arte Pajuçara


A exposição “Nani-Primeiros Passos”,  da estreante Silvana Sampaio, que adotou o nome artístico de Nani, segue em cartaz até o final deste mê no Centro Cultural Arte Pajuçara. A  mostra apresenta obras em lona com tinta de tecido e geométricas, um tanto naïf. A  curadoria é da artista Plástica Viviani Duarte. A visitação é gratuita.

ÚLTIMOS DIAS

Foto: Isaac Neves

Terra | MISA


A mostra fotográfica “Terra”, do fotógrafo Sebastião Salgado, permanece aberta para visitação até o dia 13 de outubro, no Museu da Imagem e do Som de Alagoas (Misa). Trinta imagens retratam o cotidiano dos trabalhadores rurais do Movimento Sem-Terra (MST), entre os anos de 1980 e 1996, em comunidades localizadas no Sul da Bahia, Norte do Pará, e na região Sul do país. A entrada franca.

large
Foto: Divulgação

 Filhos deste solo | MUPA


A exposição “Filhos deste Solo”, da artista plástica Teresa Lima, fica aberta ao público até o dia 14 de outubro, no Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa). A mostra faz parte da programação da 9ª Primavera dos Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Secult). A iniciativa estimula a reflexão sobre a diversidade sociocultural dos povos indígenas que vivem no país. O Mupa está localizado na Praça Marechal Floriano Peixoto, Centro, e fica aberto para visitações de terça à sexta-feira, das 9h às 16 horas. A entrada é franca.

01
Foto: Acervo de Pedro Cabral

 A Vida Ganha Arte | Hospital do Coração


A exposição “A Vida ganha Arte”, comemorativa aos oito anos de atividades do Hospital do Coração de Alagoas, apresenta dez trabalhos dos artistas alagoanos Edir César e Pedro Cabral. A mostra pode ser conferida até o próximo domingo, dia 11, no hall do hospital, que fica na Avenida Aryosvaldo Pereira Cintra, na Gruta de Lourdes.

 

EXPOSIÇÃO PERMANENTE

manhas_radio
Foto: Divulgação

Espaço Edécio Lopes | MISA


O Museu da Imagem e do Som de Alagoas abriga o “Memorial do Rádio Alagoano – Espaço Edécio Lopes”, instalado desde 2012. Lá é possível encontrar objetos pessoais do radialista pernambucano, que adotou Alagoas como sua pátria.  Com mais de 50 anos de atuação, Edécio foi também poeta, escritor com três livros publicados, e compositor de frevos.  O acervo dispõe de 7.101 discos de vinil; 38 caixas de discos de acetado de 78 rpm; um acervo bibliográfico com 819 exemplares; uma vitrola; mobiliário e diversos troféus, camisetas, faixas e placas.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: