Teatro

Teatro de Boneco popular agora é patrimônio cultural do Brasil

O Mamulengo passa agora a figurar no hall do Patrimônio Cultural do Brasil. O comunicado foi publicado pelo Ministério da Cultura, no Diário Oficial da União desta segunda (13), em reconhecimento ao Teatro de Bonecos Popular do Nordeste.
mamulengos  Foto de Luiz Filipe Barcelos
Foto de Luiz Filipe Barcelos

O Mamulengo passa agora a figurar no hall do Patrimônio Cultural do Brasil. O comunicado foi publicado pelo Ministério da Cultura, no Diário Oficial da União desta segunda (13), em reconhecimento ao Teatro de Bonecos Popular do Nordeste.

Segunda a publicação, a decisão foi tomada, por unanimidade, pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O pedido de inclusão foi feito pela Associação Brasileira de Teatro de Bonecos. Com a aprovação do registro, o Teatro de Bonecos Popular do Nordeste passa a ter proteção institucional, ou seja, uma garantia de salvaguarda do bem cultural.

Foto Luiz Fabiano/ Prefeitura de Olinda pe
Foto Luiz Fabiano/ Prefeitura de Olinda/PE.

O Teatro de Bonecos do Nordeste se tornou uma tradicional brincadeira no contexto das dinâmicas culturais estabelecidas durante o período de colonização do Brasil. As temáticas são diversas: religiosa, profana ou de costumes populares.

Apesar de este bem ser amplamente conhecido como mamulengo, em cada contexto se desenvolveu de forma diferenciada, por isso, possui diversas denominações: Cassimiro Coco, no Maranhão e Ceará; João Redondo e Calunga no Rio Grande do Norte; Babau na Paraíba; Mamulengo em Pernambuco.

358b842a905f51a96b6c2d26bb6672581285592480

Esta forma de expressão carrega elementos fundamentais para a sustentabilidade da identidade e memória, desempenhando ainda um papel agregador que legitima as práticas sociais cotidianas nessas regiões. Dessa maneira, tornou-se uma referência cultural que vem se atualizando, ao longo do tempo, mas que mantém relações de tradição, pertencimento e sentidos de coletividade no universo cultural na qual se desenvolve.

No texto de solicitação de Registro ressaltou-se que “trata-se de uma expressão teatral genuína da cultura brasileira e muito peculiar do nordeste brasileiro, rica da genialidade de seus criadores e na empatia que estabelece com seu público”.

DAPHG5I

O Registro do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste como Patrimônio Cultural do Brasil e sua inscrição no livro Formas de Expressão, justificou-se considerando a originalidade e a tradição dessa expressão cênica, repassadas de mestre para discípulo, de pai para filho, de geração para geração.

Uma tradição que revela uma das facetas da cultura brasileira, onde brincantes, através da arte dos bonecos, encenam histórias apreendidas na tradição que falam de relações sociais estabelecidas em um dado período da sociedade nordestina e de histórias que continuam revelando seu cotidiano, através dos novos enredos, personagens, música, linguagem verbal, das cores e da alegria que são inerentes ao seu contexto social.

187


*Com informações da Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura e do Iphan. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: